02 maio 2007

Luís Monteiro da Cunha

Entre as bátegas do vulcão


Foto: © Lmc2007





Uma saudade, dorida, de mar
Uma vontade atroz, de maresia

As margens sempre tão lúcidas
nas vagas loucas de sedução

Não existia colorido – tudo
era verde e cinza – o mar;
o céu; as gaivotas, o vento;
– este mundo que foge –
fugia-me, a perder de vista

A multidão que não existia
e tão só, entre as bátegas
o som, adormecido do vulcão,
acorda estranhos e ausentes
riachos, risos contemplativos


Luís Monteiro da Cunha


.


Etiquetas: ,

9 Comentários:

Às 2/5/07 18:08 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Apesar do tempo que se viu Domingo de tarde, fui espreitar o mar da minha eterna sedução.
Olhando-o, assim macilento, como se estivesse zangado, comigo e com os homens, senti que o deveria animar, dar-lhe o meu afago, sentidos descritos em palavras de alma arrebatada.
Hoje, está mais calmo e feliz, será de se sentir pleno, amado?

Boa semana amigos... hehehe
desculpem qualquer coisinha...lol

abraços
luis

 
Às 3/5/07 15:29 , Blogger BETTY disse...

LINDO...todo o poema é LINDO...

ADOREI!!!

"Uma saudade, dorida, de mar
Uma vontade atroz, de maresia"

Um beijo...

 
Às 3/5/07 15:32 , Blogger BETTY disse...

O meu blog chama-se O ZAHIR

" O Zahir" é algo que, uma vez tocado ou visto, nunca mais é esquecido.

 
Às 3/5/07 17:15 , Blogger arte disse...

Belissimo poema.É um prazer.

 
Às 4/5/07 01:42 , Blogger vieira calado disse...

Seja de onde for esse mar,
é também o meu mar.
Que você tão bem diz no poema.

 
Às 4/5/07 22:18 , Blogger lena disse...

Poeta e amigos

eu queria saber bailar como as gaivotas...

a minha alma tem o cheiro a maresia de um mar só meu

gosto de te ler, gosto de sentir a tua poesia

este é mais um dos teus excelentes poemas, Luís

um abraço meu

beijocas

lena

 
Às 5/5/07 00:35 , Blogger Alex disse...

Claro que sim :)



Doce inspiração que esse momento te proporcionou.
Beijo Luis, passa um bom fim de semana

 
Às 6/5/07 01:51 , Blogger arte disse...

Como sempre em cada poema inspiração divina. Abraço

 
Às 6/5/07 12:36 , Blogger susana disse...

Acho que nunca aqui tinha vindo! Mas gostei muito da forma que escreves! Será que essa saudade é mesmo de mar?? Assim nessa nos talgia, vai ser difícil, talvez união de amor transferido....

Qual é o teu tipo de união sexual? ehehe
Vai ao me blog....
beijos miss

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial