05 abril 2006

Luís Monteiro da Cunha

Perfeição Universal

foto: Bufagato



O fio da navalha que fere
Sulca a epiderme do tronco
Inábil, produz o fim de Cupido
Certeiro, no endereço dois epítetos
Par primoroso

No límpido momento, imbuído da
Tessitura contagiante de sublime odor
Vibrante do cântico das pupilas enlevadas
Subsistem unos

As mãos unidas, os lábios frementes, sequiosos
Emudecidos e reflectivos…
Não ousam perturbar o universo
Perfeito



© Luís Monteiro da Cunha

16 Comentários:

Às 5/4/06 15:56 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Quantos de nós, não fizeram já o mesmo?!
Imortalizar um amor, ou paixão...

Imortalizem-se, por favor...lol

 
Às 5/4/06 16:26 , Blogger A Sonhadora disse...

Equilibrio sentido...no fio da navalha!!!
É o fado canalha...é o fado da vida!
Todos somos seres imortalizantes...e imortais...nos nossos amores e paixões!!!
Bjitos

 
Às 5/4/06 17:59 , Blogger lena disse...

perfeito!

imortal não queria ser...

imortalizar o amar ou a paixão em pensamento, como se fizesse parte de um sonho...
onde acordo todos os dias para a realidade, a vida não pára, nem me deixa tempo para pensar

o equilíbrio precisava de o sentir no fio de uma navalha

o entardecer chega e também eu apaixonada mas pelo mar, vou ter com ele, ver o sol deitar-se lá longe, para dar lugar à lua, que muitas vezes chega bela e luminosa, o encanto dos apaixonados...

que bom sentir-te assim apaixonado, Luís, em cada verso teu é isso que se sente

e repito do post anterior:

"viva o amor"

eu tenho a minha cabana, também é amor


beijinhos para ti, amigo poeta

lena

 
Às 5/4/06 18:53 , Anonymous aflores disse...

Nem ouso comentar...fica um grande abraço ;)
http://ailaifeblog.blogspot.com

 
Às 5/4/06 19:22 , Anonymous gaivotadaria disse...

Já li e reli o poema...uma paixão se é paixão verdadeira, tresloucada, não se esquece nunca, nunca. Poderão seguir-se outras mas aquela, bem mudemos de assunto, já fiz o «pino» e tudo para poder decifrar a imagem e nada, os meus neuronios não me ajudam a reconhece-la :)))

 
Às 5/4/06 23:04 , Blogger Lua disse...

O poeta é um fingidor,
finge tão completamente
que chega a fingir que é dor
a dor que deveras sente...

Disse o outro e repito eu e repetimos, mais ou menos todos...
é assim mesmo...
Beijo,

 
Às 6/4/06 10:09 , Anonymous soslayo disse...

Bufagato, e que assim subsistam unos e indivisíveis como se quer o cupido, mas nunca o fim deste. Um abraço.

 
Às 6/4/06 11:56 , Blogger A Sonhadora disse...

Só passei para te deixar um bzummmmm mto grande

 
Às 6/4/06 19:24 , Anonymous angelis disse...

Comentar? Nem pensar!!! Apenas passei para deixar uma pequena brisa de amizade. Beijinhos

 
Às 6/4/06 19:54 , Anonymous lola disse...

Olá
Passei no blog da Caracolinha e vi um comentário teu.Achei que um Bufagato deveria gostar de gatos, como eu, por isso vim visitar-te.
Afinal ultrapassas as expectativas.
Gosto muito do teu blog, para além dos gatos
Beijos
Lola

 
Às 6/4/06 20:19 , Blogger Luís Miguel disse...

Perfeito é o teu universo.
Desejo-te um bom resto de semana...
Abraço!

 
Às 6/4/06 23:43 , Blogger caminante disse...

Caminante, pasaba por aquí. Te felito.
Un fortísimo abrazo

 
Às 6/4/06 23:44 , Blogger diva dos sonhos disse...

Nem a "diva dos sonhos" ousa perturbar tal perfeição...

 
Às 7/4/06 13:16 , Blogger A Sonhadora disse...

Oi amigão....só passei para te desejar um bom dia e uma beijoca

 
Às 7/4/06 15:07 , Anonymous sofia disse...

Os dias não eram diferentes,
Ou eu não sabia comparar
Só sei que talvez eu saiba
Não saber mudar

A cor da pele fascina
A cor da pele permite bronzear
A cor da pele queima
A cor da pele vai te ajudar

A loucura é saudável
A ousadia é importante
A rebeldia é controlável
A independência é repugnante

Será que há diferença ?
Ou é apenas outro jeito de enxergar
Às vezes parece que não vemos nada
E que os olhos são só para enfeitar

Edney Souza

 
Às 13/4/06 10:44 , Blogger Ana Maria disse...

Luís tenta abrir a tua poesia como a janela se abre para a primavera, assim naturalmente.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial