25 abril 2007

Luís Monteiro da Cunha

Manhã de Abril dos dias novos






LIBERDADE!
-----IGUALDADE!
---------FRATERNIDADE!

Onde? Onde?
Aonde? Aqui não!
Então, onde?
Ali?
Acolá… Não!

Esqueceram onde.
Morreu!
Onde,
está essa onda de revolução?

A razão é livre! O Povo
Não!
Nunca! Jamais!
O Povo
Que sonhe…
por mais
sempre existirá onde.


Alguém viu a razão do aparato infantil
Que se esboça na mão da criança a sorrir:
Uma arma. o giz numa mão a outra na testa.
Uma parede. nua na praça. é festa e os carros
Armados. Silenciados. o gesto impúbere ostensório
Uma qualquer promessa. de manhã. de Abril.


.

Etiquetas:

7 Comentários:

Às 25/4/07 15:34 , Blogger delta disse...

Eu ainda continuo a acreditar em Abril!!!

 
Às 26/4/07 08:34 , Blogger Menina Marota disse...

O desanimo de um Povo que assiste impávido a um "mundo" de corrupções e desonestidades, sem que se faça justiça, que vê alastrar diante dos seus olhos, a criminalidade, o medo de sair à rua de noite, que vê diminuir o seu poder de compra, mas em contra partida os benefícios dos grandes, continuam a subir.


Este é o Povo que não perde a Esperança, que acredita que Abril, porque a Esperança é a última a morrer...

Um abraço ;)

 
Às 26/4/07 09:19 , Blogger Alex disse...

Tens razão. Que liberdade?
Há uma certa diferença entre liberdade e o uso que lhe damos (entre aspas) hoje em dia quando não respeitamos o próximo, quando ofendemos o próximo, quando usamos a "liberdade" a pulso para atingir uma falsa democracia.


Um abraço Luis

 
Às 27/4/07 12:35 , Blogger a d´almeida nunes disse...

Luís
Eu ando muito desanimado...
E já me vai esmorecendo o entusiasmo de que eu me recordo dos tempos "revolucionários" da minha juventude militante no sentido do social e do solidário.
Será que estou a ficar velho?
Mas eu não quero sentir-me com espírito de velho derrotado!!!!!?
VIVA o 25 de ABRIL!
Um abraço
António

 
Às 28/4/07 17:38 , Blogger Adriana Gomes disse...

ola
Á muito tempo que n vinho cá e resolvi vir hoje
passei por aqui para ver se tava tudo bem
beijinhos***

 
Às 30/4/07 13:22 , Blogger Conceição Bernardino disse...

Desculpem a minha ausência, não me esqueci dos vossos blogs...nem das pessoas apenas com muito trabalho. Vá lá comprem um livrinho!!!!
Por isso peço-lhe desculpa, também pelo comentário ser feito nos vossos post mas estava a enviar por email e vêem para trás. Diz falha de envio. Se alguém não gostar por favor diga-me mas não sei, onde fazer publicidade.
Beijinhos
Conceição Bernardino


Informação sobre os postos de venda do meu livro
“ALMA POÉTICA”

Através da editora:
www.corposeditora.com ou enviando mail para (no site o livro está na colecção "segundas salivas".)
info@corposeditora.com (PORTES PAGOS PELA EDITORA)

Livrarias:

 Livraria Poetria (Porto)
– Rua da Oliveira, 70 – r/c – lojas 5/13 (Em frente ao Teatro Carlos Alberto)
Centro Comercial Lumier
Site: www.poetria.pt
Telefone: 22/2000436

 Livraria Almedina (Vila nova de Gaia)
- Arrábida Shopping – loja 158 A/B
Site: www.almedina.net
Telefone: 22/3701898

 Livraria Sá da Costa Editora (Lisboa)
- Rua Garrett, 100 (No Chiado, em frente à estátua do Fernando Pessoa)
Telefone: 21/3460721

 FNAC – Gaia Shopping, onde foi feita a apresentação, no passado dia 23/04/2007. Somente nesta fnac o livro está fisicamente á venda (existe ainda 6 exemplares).

No entanto, o mesmo pode ser adquirido em todas as fnac’s do País, bastando para isso dirigir-se a qualquer uma delas e encomendar o livro indicando os seguintes elementos:

Editora (Corpos editora)
Título da obra (Alma Poética)
Autor (Conceição Bernardino)

Se pretender poderá ainda fazer o pedido via fnac online:
:http://www.fnac.pt/pt/Catalog/Detail.aspx?cIndex=0&catalog=livros&categoryN=Livros&category=poesia&product=2200012829844

Para qualquer esclarecimento, poderão contactar-me através do mail:
conceicao.mami@sapo.pt

Muito obrigada a todos,
Conceição Bernardino

 
Às 2/5/07 16:17 , Blogger adopcaodosanimais@gmail.com disse...

Embora tenha nascido em 82, dou muito valor ao 25 de Abril que muitos têm memória muito curta ao terem nomeado Salazar como o maior português..

confissoesdeumasurda.blogs.sapo.pt

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial