08 outubro 2006

Luís Monteiro da Cunha

Onde a consciência…

Foto: Bufagato/2006


Onde a consciência…


Este sol que nos invade… invade mesmo?
Quantos passos damos por dia, sem que reparemos
Nesta luminosidade que nos guia. o destino…
A pressa de chegar… a causa nenhuma!…

Quantos rostos, contemplaste hoje?
Quantos te olharam e saudaste?

Não tiveste coragem de reparar no teu semelhante.
Não tens coragem de dizer: bom dia, amigo!
Olho no olho, íris na íris, alma na alma,
Sorriso com sorrisos. Não consigo!
É tão difícil reparar nos meus
Defeitos de fabrico.
Somos peças inacabadas de qualquer matéria…

Esta cidade não é já, o meu mundo.
Simples formigas depositadas no enorme viveiro…
Nem isso somos, o insecto tem objectivo mais profundo.
Vivem e morrem em prol da comunidade.

Que faço pela minha comunidade, senão escrever…
Escrever palavras factuais, apesar de indeléveis,
Mas, que amanhã não lembro mais…

Algo tem de mudar na minha consciência, na nossa
Consciência
(isso existe?)

Usurpadores de consciências alheias.
Sem coragem de se reflectirem…


Luís Monteiro da Cunha

9 Comentários:

Às 9/10/06 17:21 , Blogger Unknown disse...

Amigo, gracas a ti, o Eu Sei Que Vou Te Amar competa mais um ano de vida... Parabens a ti, e muito obrigada pelo carinho, pela cumplicidade, pela amizade e partilha destes 2 anos de existencia, com vontade de muitos mais...
Beijos muitos... :o)

 
Às 10/10/06 00:15 , Blogger Pink disse...

Reflexão de alguma dureza mas com muita razão e toda a pertinência!

Um beijo

 
Às 11/10/06 00:34 , Blogger Arte por um Canudo 2 (No Sapo) disse...

Muito profundo!..Temos de parar olhar, vêr e observar o que nos rodeia. A pressa é tanta que"A pressa de chegar… a causa nenhuma!…" nem em nós reparamos.Abraço

 
Às 11/10/06 20:48 , Anonymous Anónimo disse...

Eu diria mais: "Páre...escute...olhe". Grande e fraterno abraço

 
Às 12/10/06 00:19 , Blogger Castor (moi-je...ehe, ehe) disse...

A consciencia é um estado de alma, de aprendizagem, de sentir, de observar...a boa ou má consciência ou até mesmo a falta dela caracterizam um indivíduo. Por vezes, vendo a forma como a sociedade trata de alguns assuntos, quem não gostava de ter consciência era eu...FUI!

 
Às 12/10/06 00:33 , Blogger Kalinka disse...

OLÁ

No ultimo post coloquei um comment, para «tentar» explicar o meu problema de saúde, caso queiras ler, vai até lá.

HOUVE COMENTÁRIOS DE ALGUNS AMIGOS/AS QUE, PENSAM QUE TENHO PROBLEMA DE ADAPTAÇÃO À VIDA PROFISSIONAL, MAS NÃO SABEM O QUE SE PASSA COMIGO.
Mesmo depois desta explicação, ainda há quem diga:coisa e tal, passa ao lado. Será que escrevo em japonês? ao menos, TU entendes-me?
Diz de tua justiça.
Abraços.

 
Às 12/10/06 11:05 , Blogger Alex disse...

Gosto quando escreves e pões o dedo na ferida. Doi ! Quer dizer, não doi, nunca "atravesso para o outro lado" sei que me entendes. Mas sei que doi essa pontaria, que toca. É isso que tu fazes e com muito sentido.

E digo-te Bom Dia meu AMIGO.
Continuamos na estrada, nesta estrada, noutras estradas, porque a vida é uma luta diária e quem adormece corre o risco do superficial.

Gosto de ti.
Tu sabes.

 
Às 12/10/06 12:38 , Blogger gato_escaldado disse...

A Poesia é (pode ser) uma "arma"! e meio de consciencialização. Gostei do poema e dastuas "preocupações". Abraço

 
Às 4/11/06 17:19 , Blogger a d´almeida nunes disse...

bom dia

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial