03 junho 2006

Luís Monteiro da Cunha

Não me apetece versejar





Não me apetece versejar

(1) Desdenho

Não me apetece versejar
Desdenho os versos, nem sequer
Os quero ler ou escutar
Recuso a poesia,
Que queima e é fria
Por ela morreu minha tia
No hospício da confraria
Como louca a declamar
Que a enfermeira era marota
Só lhe dava sopa e
Não trocava a roupa
Da cama acabada de molhar



Desejo-vos um belo fim de semana
Luís

14 Comentários:

Às 3/6/06 14:49 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Deixo-vos esta brincadeira para sorrir...

Bom fim de semana
Luís

 
Às 3/6/06 15:48 , Blogger lena disse...

a sorrir também, mas com um sorriso verdadeiro pelo encanto dos teus poemas eu digo:

apetece-me ler-te

pois não sei versejar...


o meu abraço, um bom fim de semana e beijos para ti meu amigo Poeta

lena

 
Às 3/6/06 16:16 , Blogger Caracolinha disse...

Olá Luís ... belas palavras, bela foto e um belo fim de semana para ti !!!!

Beijinho encaracolado :)

 
Às 4/6/06 02:17 , Blogger Unknown disse...

Amigo, hoje passo para deixar-te muitos sorrisos para um fim de semana feliz!
Estive muitos dias sem conseguir entrar no teu blog, mas ca estou outra vez!
Beijos... muitos!

 
Às 5/6/06 15:49 , Blogger soslayo disse...

Bufagato:

Quem desdenha quer comprar
Neste não apetecer versejar
Pois aqui deste lugar, na recusa a a reclamar
não me alicia nada declamar
basta a dor a aumentar
para os versos trespassar.

Cante-os quem os possa embalar...

Um abraço poeta Luís Cunha.

 
Às 5/6/06 23:01 , Blogger Pink disse...

Com um sorriso nos lábios digo que me fizeste lembrar Bocage! :-))

Um beijo

 
Às 7/6/06 13:23 , Blogger gato_escaldado disse...

quem sai ao seus, não degenera! rsss

mas vercejaste muito bem. aprecio muito as cantigas de escárneo e mal dizer. abraços

 
Às 7/6/06 14:53 , Blogger Pérola disse...

Nem só de versos vive a escrita... Vive.

 
Às 8/6/06 01:48 , Blogger Fragmentos Betty Martins disse...

Luís

Não querias "versejar" mas fizeste-lo muitíssimo bem.

Um bom resto de semana para ti :))

Beijinhos

 
Às 8/6/06 10:58 , Blogger Ana Maria disse...

Luis quero que saibas e que todos saibam também que és um vencedor e um lutador que persiste em ganhar apesar dos obstáculos que se opõem no avanço da tua poesia.
o positivismos deve em dignidade ser retirado do negativismo.
e eu sei que consegues dar a volta às situações com uma coragem e força que poucos possuem.
poucos são aqueles que apresentam às críticas os textos com a força que tu o fazes, não desistas!
Eu estou contigo e tu sabes disso!
podes retribuir à Maria e defenderes-te nem que seja com um "milagre" com retoques, entendes migo?

um jinho e espero encontrar-te logo na feira do livro Às 21.30 no auditório do pavilhão Rosa Mota onde estaremos todos para te abraçar.
Ana

 
Às 10/6/06 02:02 , Blogger Claudia Perotti disse...

Saudades desse teu blog cheio de encanto!

Agradeço-lhe as palavras de carinho no meu blog.

Beijinhosssssssss

 
Às 10/6/06 21:49 , Blogger BlueShell disse...

Gostei imenso. Decerto voltarei.

 
Às 11/6/06 01:55 , Anonymous Anónimo disse...

Boa noite. :-) Só passei para deixar um beijinho e desejar-te um bom domingo. Sempre que posso venho até aqui para te ler mas não tenho comentado. A música é muito triste...

 
Às 11/6/06 03:01 , Anonymous Anónimo disse...

Como sempre as palavras que deixas são poéticas e belissimas.Desejo-te um bom fim de semana.Abraço

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial