20 fevereiro 2006

Luís Monteiro da Cunha

Convidas-me a... ousar!




A noite...
O olhar...
A sombra...
Minha... e tua!

O marejar
Do mar
E tu,
Bela… nua!

Resplandecente
Como raio de luar
Convidas-me a ousar
Como o coração quer e sente

Embrulho-me em ti
Aqueço-me na fogueira
De tua boca
Tão louca
Que me incendeia

Mergulho, em ti
Na voracidade animal
Fúria dos amantes
Perdido de sentidos e marés
Recuos e avanços
Até ao resplandecente
Jorrar de luz matinal

Quando te defines
Na contraluz da aurora
Sonho-te e descubro-te
Perdidamente nessa hora
Esquecido de mim, só tu
Existes, a dor que me aflora
È o teu prazer que me inebria
Inunda e aconchega de novo...
Renascemos neste soberbo dia!



© Luís Monteiro

12 Comentários:

Às 20/2/06 11:38 , Blogger Claudia Perotti disse...

Ai ai, Luis!
Lindas e deliciosas as tuas palavras.

Beijinhos

 
Às 20/2/06 12:07 , Blogger lena disse...

a noite, o mar, a lua, faz-nos mergulhar em sonhos e navegar sem perdermos os "sentires"

belo poema Luís

um prazer que se sente com o renascer de cada dia


beijinhos meus

 
Às 20/2/06 14:46 , Blogger António disse...

Erotismo com classe!
Muito bem!

Obrigado pela visita.

Um abraço

 
Às 20/2/06 15:59 , Anonymous Anónimo disse...

BUFAGATO, muito bem elaborado este poema das envolvências do Amor total! Um grande abraço.

 
Às 20/2/06 20:52 , Anonymous Anónimo disse...

Olha lá, porque só ela é que ficou nua!? Podias ter acompanhado....rs
Bjks da Intemporal.blogs.sapo.pt

 
Às 20/2/06 21:14 , Blogger Leonor disse...

apesar das amizades comuns, de nuca nos termos visitado, rsss

ola bufagato.
luis. como ja vi nos comentarios.
obrigado pelos teus parabens.

ja agora tambem passei aqui o teu espaço de alto a baixo. gostei das conversinhas com o miudo.

e da foto da praia que me matou saudades da minha costa da caparica.

e como diz sergio godinho, que vou ouvir em almada para a semana, de matar nao gosto muito mas saudades é diferente.

o teu poema... excelente.

abraço da leonoreta

 
Às 20/2/06 22:00 , Blogger margusta disse...

Olá Luís,
Lindo poema!
Direi mesmo que este é um dos teus melhores poemas.
Beijinhos para ti e uma boa semana.

 
Às 20/2/06 22:31 , Blogger S disse...

Lindo... como os outros todos que nos ofereceste!
Com os teus posts e os teus poemas, consigo sentir o mar de novo, mesmo sem estar perto dele.
Obrigada Luis, beijinho e uma boa semana para ti também!
S

 
Às 21/2/06 11:49 , Blogger Dad disse...

És uma alma muito sensível. Gostei muito do poema. Tomara que consigas realizar no real, os teus sonhos e as tuas emoções, transformando-os em realidades.
Beijinho,

 
Às 21/2/06 17:07 , Blogger zé das loas disse...

Parabéns pelo poema. Muito belo. Gostei mto. Abraços

 
Às 24/2/06 10:46 , Blogger Carlota disse...

Que lindo este poema!!! Gostei particularmente!!!

 
Às 2/3/06 00:21 , Blogger Terceirense disse...

Obrigado pela sua visita e...
Gostei deste poema, especialmente.

Beijinhos

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial