06 dezembro 2005

Luís Monteiro da Cunha

PAIXÃO! Existes...


Queria agarrar
Por momentos
O teu sorriso
O teu olhar
Essa paixão
Que sentimos.
Mas...
Tudo se escapa
Como a areia
Por entre os dedos da mão.
Costumo olhar o mar
E penso em ti
E o mar
Sempre agitado
Diz-me baixinho
Que também
Estás apaixonada
E com uma brisa suave
Afaga-me o rosto.
Fico horas sentado
Na areia
Escrevendo o teu nome
E em surdina
Chamo por ti,
Não te vejo...
Não te oiço...
Mas sei que estás…
Ali…
Juntinho de mim
Porque habitas
No meu coração,
Vieste para ficar…
PAIXÃO!
Sei que sim!


Poema furtado! daqui
Não é meu costume, mas gostei tanto e como não consigo contactar em tempo útil, pois quero fazer uma surpresa... a autora compreenderá, penso eu de que... tenho a certeza.

Continuem a ser felizes!

Lmc

18 Comentários:

Às 6/12/05 13:46 , Blogger V disse...

E tudo isso é paixão...
Beijo grande cheio de saudade.

 
Às 6/12/05 16:38 , Blogger almadepoeta disse...

Sem dúvida uma boa escolha e um bom poema. Essa é a missão dum poema, transmitir uma mensagem, e se conseguiu te tocar, atingiu o objectivo. Pelo link fui paraa aos Momentos sentidos e é sem dúvida um belíssimo blog.
Deixo um beijinho

 
Às 6/12/05 17:31 , Anonymous Anónimo disse...

Bufagato, em primeiro lugar devo dizer-te que o poema está lindo, ou seja simples sem ser simplório. Parabéns à autora dos "momentos Sentidos". Gostei imenso. Agora esta vai para ti... Em marketing não há quem te bata, quiseste no fundo era que eu conhecesse o outro blog. Está lindo está. E não é que andei por lá, funcionou a tua tática. Um abraço.

 
Às 6/12/05 19:47 , Anonymous Anónimo disse...

Ficou bem aqui este poema por si selecionado. Beijinhos.

 
Às 6/12/05 20:14 , Blogger lena disse...

hoje senti-me muito pequena depois de tudo o que li,
obrigada por partilhares tão belo poema e um blog que adorei conhecer

beijinhos meus

lena

 
Às 6/12/05 20:37 , Blogger Grilinha disse...

Gostei do poema e da rosa vermelha (paixão) mas, a loiça toda suja que ficou lá no balcão é que não gostei nada. Uma pessoa sai á rua por uns momentos e quando volta tem a casa de pantanas!!1 (grilinha de mão na cintura e a bater o pé no chão). [sapinho_furioso](os sapinhos dos fóruns fazem aqui falta). Boa Noite gente boa e companheira de bloguices, um beijinho. ahhhhh .... a musica lá de casa, volta a tocar se clicares no play :)

 
Às 6/12/05 23:04 , Anonymous Anónimo disse...

Este poema, fiaca mesmo bem aqui neste Momento. Beijo

 
Às 6/12/05 23:31 , Blogger margusta disse...

Surpresa..Surpresa...
...Obrigada amigo...fico sem palavras...
Aos teus visitantes obrigada por terem gostado do meu cantinho...
Um obrigada especial á "Alma de poeta"..foi através dela que cá cheguei ao teu cantinho..já faz algum tempo...
Quanto ao poema, digamos que os parabens são para ti...pela junção de palavras feitas...

Um beijo e obrigada meu amigo.

 
Às 7/12/05 12:12 , Blogger agua_quente disse...

Gostei do poema! É bom ver que por aqui se vive um clima de felicidade. :) Que assim continue.
Beijos

 
Às 7/12/05 20:01 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Vivis...

Mas põe paixão nisso... lol

Também tenho saudades tuas querida amiga... boa estadia.

Bjinhos

 
Às 7/12/05 20:04 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Alma depoeta...

Obrigada!
Eu gostei tanto dele que (agora que ninguém nos ouve... roubei-o descaradamente...lol)
Claro que não é meu costume.
P minimo que podia fazer era colocar o link da autora do blog onde estava postado, que por acaso é amiga e compreende...lol.

bjinhos

 
Às 7/12/05 20:08 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Soslayo...

Ainda bem que fostaste de tudo, caro amigo Mateus, e... diz lá, não te perdeste um pouco lá também?
Que marketing... que nada, apenas um meio de alcançar o objectivo, mais nada.

Um abraço

 
Às 7/12/05 20:09 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Maria do Céu Costa...

Concorda comigo... que é muito bonito e serviu lindamente o meu objectivo.


Bjinho

 
Às 7/12/05 20:11 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Palavras que escrevo...

Bem vinda a este pequeno cantinho, que apenas vai crescendo nas amizades...

Volte sempre Lena, poderei chamar de amiga?

bjinhos

 
Às 7/12/05 20:14 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Grilinha...

Querida Net_tia, isso faz-se?...
abandona o telheiro, portas abertas, os outros dois já a fazer um chinfrim dos diabos e da tia nada?... Deve ter ido comprar mais bjekas...lol
Mas tia eu já não sei lidar c'o gira ó pratos...que hei-de fazer?lol

Bjinho

 
Às 7/12/05 20:15 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Maria papoila...

Obrigado, foi o que pensei quando o encontrei... rudo se conjugava...e não fui de modas...

Beijinhos

 
Às 7/12/05 22:32 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Margusta...

ufah!
Ainda bem que compreendeste cara amiga. Tava com receios...
A situação faz o ladrão... mas como era por uma boa causa...
achei que compreenderias.
Obrigado por tudo.

Enorme beijo

 
Às 7/12/05 22:34 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Água_quente...

É bom viver a felicidade.
Obrigada

bjinhos

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial