20 agosto 2007

Luís Monteiro da Cunha

A fluidez da pena - I

imagem: lmc2007


A fluidez da pena


I

A fluidez das penas
O bater sereno de asas
O vento que o céu abraça
Cântico surdo
na natureza

de massas



Lmc

Etiquetas:

4 Comentários:

Às 21/8/07 00:20 , Blogger Unknown disse...

Passando para desejar-te uma linda semana!

 
Às 23/8/07 01:11 , Blogger delta disse...

Ai o vento...ai o vento...

Uma ventania é o que é aqui em baixo...

:-)

 
Às 23/8/07 16:04 , Blogger Alex disse...

Olá Amigo :)

Utopia, a utopia da palavra é a fluidez do tempo. Repara como o tempo passa e nós permanecemos sobrevivendo a tudo e a todos.


Beijo doce

 
Às 23/8/07 22:01 , Blogger almadepoeta disse...

Luis

Faz tanto tempo que me ausentei das visitas aos blogues, mas deste vez nao quis passar sem vir aqui te deixar um beijo.

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial