30 agosto 2005

Luís Monteiro da Cunha

Assunto Sério

imagem daqui

Foi numa tarde de Inverno, mas ainda com resquícios de sol.
Fui ver as listas do recenseamento militar na junta de freguesia.
O meio de transporte, naquele tempo, era a minha Top Racing,(motorizada) do melhor que a Sachs fabricara até ao momento.
Como não percebia nada de assuntos militares, convidei um amigo mais velho e que já tinha cumprido tropa, para me acompanhar.
Depois de ver que o meu nome constava da lista e que tinha de me apresentar no RCMDS na Amadora, deu-me um baque e fui direito à taberna mais próxima para afogar a minha desilusão.
Pensava, tinha a esperança de que ía ficar na reserva.
E para mais, eu que nunca tinha ido mais longe do que a cidade do Porto, ainda tinha de ir para um quartel nos arredores de Lisboa.
Fiquei aterrorizado! Lisboa! Capital! Sózinho, sem conhecer nada "práquelas" bandas! Estou feito.
E vai de dar de beber à dor: "dois maduros branco com gasosa!" não se bebia café como hoje.
No regresso a casa, bem bebidos, eu e o meu amigo vinhamos na motorizada, quando um veículo se atravessou na minha frente.
É escusado dizer, com aquele piso escorregadio de inverno e friorento, derrapei e bati mesmo entre o guarda-lamas e a roda do automóvel.
Felizmente não sofri qualquer ferimento.
Estava ainda a avaliar os estragos na minha "máquina", quando reparo que o meu amigo vinha ao meu encontro, mas do sentido para onde ainda íamos.
Perguntei-lhe onde tinha ido e respondeu-me indignado:

-Onde fui!? Onde fui!? Atão eu levantei voo por cima de ti, fui cair a vinte ou trinta metros; bati com os costados nos paralelos e estou que nem posso.... e tens a lata de perguntar onde fui? Tou mas é todo partido... Aiiii!

Sou sincero, não dei por ele ter planado por cima de mim, aquando do choque com o carro e cair do outro lado...

Ainda hoje quando nos encontramos e relembramos este acidente, desatamos à gargalhada.


lmc

1 Comentários:

Às 30/8/05 19:09 , Anonymous Anónimo disse...

No meu tempo de tropa não havia copos de vinho era só... cerveja. Também com aquele calor se fossemos a beber copos de vinho não saíamos da tasca.:)) Fizeste 300 km para Lisboa (Amadora) eu fiz 600 kms para Nova Lisboa. E depois Comandos em Luanda. Mas aí quem aterrou mal na "máscara" (sabes o que é?) fui eu, e ombro fracturado. Fiquei-me pela semana maluca. ;)).

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial