02 julho 2006

Luís Monteiro da Cunha

Mundial 2006

imagem: Bufagato


Mundial 2006
Inglaterra/Portugal


O sol abrasa os sentidos dispersos
da mole humana apinhada
Indistinto grito eleva-se à cúpula
O deus do terreno de negro trajado
sopra o silvo

A inércia é vencida
Mas não derrotada

E a esfera como fera
perseguida
pelos intervenientes na caçada
esquiva-se de pitões viperinos
sem fuga possível subjugada

Mas a malha é seu destino
enorme o brado
eleva-se aos céus
como hino
na mancebia consumada


© Luís Monteiro da Cunha

(Caros amigos, este poema, que ilustra o blog "Bufagato" elaborado
pelo seu administrador, Luís Monteiro da Cunha, foi seleccionado
e publicado, hoje, 2006/07/04, no Jornal de Notícias, pag. 23,
sob o título: "O Hino É o Golo".
Podem assim, se o desejarem e a curiosidade os mover,
ler o mesmo, naquele grande jornal nacional.)

Obrigada amigas e amigos, pelos incentivos das visitas e comentários.
Luís

21 Comentários:

Às 2/7/06 02:21 , Blogger Grilinha disse...

Os Ingleses já estão de malas aviadas a caminho de casa e os rapazes lusitanos ainda têm mais um jogo pela frente.
Bom Fim de Semana ( a RTP2 está a dar um excelente concerto do Roger Waters e eu vou navegando pela net)

 
Às 2/7/06 14:11 , Blogger lena disse...

belo!

que palavras para este poema que o senti como um hino?

um grito por todo o País, com força e com a alma cheia de orgulho certamente: PORTUGAL

foi a palavra que mais se disse ontem


beijinhos meu querido amigo e Poeta

lena

 
Às 2/7/06 14:59 , Blogger Papoila disse...

Viva a selecção nacional!
Muito belo este teu poema, Bufagato!
Vamos torcer para que cheguem a Berlim.
Beijo

 
Às 2/7/06 15:37 , Blogger Dad disse...

Que bom seria se este país se conseguisse mobilizar para uma vida melhor!

Bom fim de semana!

Beijinhos,

 
Às 2/7/06 16:11 , Blogger a d´almeida nunes disse...

Olá Luís, caro amigo
Quando voltar ao "dispersamente" há-de lá ver um seu poema, que me permiti, mais uma vez, transcrever.
Como é que eu poderia escapar a essa tentação. Oportuno, a meu gosto e de agrado certo dos meus leitores.
Um grande abraço, Luís.
Cumprimentos fraternos a todos os comentadores aqui presentes!
António (de Viseu, Porto,Lamego, Moçambique, Leiria).

 
Às 2/7/06 16:11 , Blogger agua_quente disse...

Vamos torcer para que eles cheguem a Berlim e tu possas escrever um poema ainda mais belo! :)
Beijos

 
Às 2/7/06 19:16 , Blogger Susana Fonseca disse...

Viva Portugal!

 
Às 2/7/06 20:39 , Anonymous Anónimo disse...

Oi,oi:)os bifes já cá cantam e a seguir vamos comer os croisants,sim,porque este grupinho não está para brincadeiras é soma e segue...que venha o proximo *.*

 
Às 3/7/06 17:01 , Blogger Ana Luar disse...

Luis foi um prazer voltar a sentir-te pelos meus aromas... Quanto ao poema só me resta dizer-te que retrataste maravilhosamente bem o hino da victória nos pés dos jogadores e na boca de um povo eufórico.

Deixo-te com braçados de beijos!

 
Às 3/7/06 17:17 , Blogger Pitanga Doce disse...

Obrigada pela visita. É sempre bom saber o que pensa um homem sobre o universo feminino.
volte quando quiser,pitanga.

 
Às 4/7/06 03:55 , Blogger V disse...

Caro amigo,
não sei o que se passa no meu blog, vou configurar algumas coisas.

Desculpe-me por andar tão ausente.Saiba que gosto de ler-te, muito.
Beijo grande

 
Às 4/7/06 20:38 , Blogger alice disse...

querido luís,

fico muito feliz com a publicação do teu poema no jornal de notícias

não compro o jornal, porque leio as notícias do dia online

mas fico a sorrir, porque tu mereces o destaque

espero ver-te em breve

um grande beijinho

alice

 
Às 4/7/06 23:21 , Blogger Pink disse...

Cada vez mais publicado e divulgado o teu trabalho! Parabéns! É apenas o reconhecimento público da qualidade do que escreves.
Este poema/hino está muitíssimo bem concebido.

Um beijo

 
Às 4/7/06 23:51 , Blogger margusta disse...

Querido Luis,
...finalmente consigo comentar-te :) ...Parabéns pelo reconhecimento que a tua poesia está a ter! Desejo-te muitos sucessos, tu mereces !
Pena não poder ter acesso a esse jornal :(

Beijinhos para ti e votos de um bom resto de semana

 
Às 4/7/06 23:56 , Blogger margusta disse...

Voltei Luís e já agora..lol..não é que venha a propósito..mas enfim sabes quem vai ser o campeão mundial...é só o meu sexto sentido a funcionar e isso já o sinto desde ontem á tarde. Com muita pena minha...mas sinto que vai ser a Italia... e Portugal amanhã despede-se...acho que vou ser CRUXIFICADA pelo que acabei de escrever..rssssssss...espero que o meu sexto sentido esteja errado!!! Espero sinceramente!!!
Beijinhos muitos!

 
Às 5/7/06 02:17 , Blogger Terceirense disse...

Que excelente surpresa. Muitos parabéns pelo destaque muito merecido. Está lindo o teu hino.
Força Portugal!
Beijinhos

 
Às 5/7/06 08:12 , Blogger Adriana Gomes disse...

Olá Bom dia venho trazer um beijinho de parabéns

 
Às 5/7/06 10:24 , Blogger soslayo disse...

Bufagato:

Belo o poema que dedicas ao Europeu de Futebol 2006 e também pelo destaque merecido a nível nacional com ele publicado num Jornal de grande tiragem. Regozijo-me por isso e parabéns! Mas apesar dos viperinos não quererem, nós havemos de lá chegar! Força Selecção. Um abraço.

 
Às 5/7/06 22:12 , Blogger margusta disse...

LAMENTO... o meu sexto sentido não ter falhado...estou :(((

 
Às 7/7/06 11:20 , Blogger Cláudia disse...

Apesar de não termos sido apurados para a final do Mundial 2006, podemo-nos orgulhar da nossa selecção por termos chegado onde chegamos, graças, não só aos jogadores, como também ao apoio (grande!) português. Somos das nações mais unidas no que respeita a apoio à nossa selecção. Moveu mundos... O meu grande agradecimento à selecção por tudo! E foi linda a homenagem que fizeste à nossa selecção, foi merecido. Beijo grande para ti *

 
Às 11/7/06 22:55 , Anonymous Anónimo disse...

Por causa desses deuses de pés de barro, é que o futebol na Itália está como está, em Portugal idem, na Alemanha aspas e no Mundial foi o que se viu. Gloriosos mas vencidos e a mancebia agradeceu o feito. Um belo poema Luís. Pena foi não ter conseguido o jornal, seria uma recordação de quem aqui escreve e já ultrapassou os limites destas "quatro paredes". Parabéns Luís e tudo de bom.

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial