23 agosto 2005

Luís Monteiro da Cunha

Não sou digno... P


Não sou digno da admiração de ninguém.

Excepto, talvez, só da minha descendência. (Qual o filho que não admira o pai?)

Não passo de poeira cósmica num mar de turbilhões, onde me deixo navegar ao sabor de ventos e marés, tentando transpôr o mais incólume possivel os escolhos desta vida.
Não sou altruísta quanto baste, para me arvorar em salvador de algo.
Não tenho coragem suficiente para gritar bem alto as minhas convicções, apenas me junto a outros, fazendo minha, a sua luta.

Não coloquem nos meus ombros, responsabilidades acrescidas!
Deixem-me continuar simples, neste cantinho ínfimo, quase invisível, a desfrutar a minha insignificância.


Imagem daqui: www.mundocor.com.br

Como disse o poeta, pela boca de fausto:

Vê como do bailar da espuma, surge soberbo
O vistoso arco-íris de brilho alternante,
Que ora nítido se desenha, ora no ar é diluído.
Quando miríades de gotas em redor vão brincando!
O arco espelha os nossos esforçados intentos.
Atenta bem nele, medita e compreenderás melhor:
No variegado lampejo das cores é que encontramos a vida.



13 Comentários:

Às 23/8/05 15:08 , Anonymous Anónimo disse...

Olá Bufagato. Posso-te dar montes de exemplos de pessoas que nem a adniração dos filhos conquistaram. O juntarmo-nos a outros e fazer nossa a luta deles nada tem de mal. Não acabamos nós todos por sermos invisíveis neste mundo enorme que nos rodeia?... É lindo o arco-íris, não é?... Bjos.

 
Às 23/8/05 22:22 , Anonymous Anónimo disse...

Olá Bufagato, isto foi só um desafabo de um mau momento ou é algo mais? Todos somos alguma coisa, somos alguém...somos GENTE...ora vamos lá a ver como é essa disposição...olha para a lenda da espada mágica...todos temos, todos transportamos magia dentro de nós, basta procura-la e acreditar nela.Beijinhos

 
Às 23/8/05 23:20 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Olá madrinha, ainda bem que ainda existe o arco-iris para nos deleitarmos com a sua beleza e ao mesmo tempo mantermos a esperança.

Imaginários.

Ando um pouco em baixo, mas por excesso de trabalho.
Apenas durmo 4 a 5 horas por dia e estou a ver que esta semana vai pelo mesmo caminho.
O serviço não pára de aumentar.

Metam pessoal, porra!

 
Às 23/8/05 23:32 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Olá Angela,

Não é desabafo, apenas constactação de factos.
O mau momento é apenas cansaço.
Os neuróneos estão cansados, ás vezes apetece-me escrever algo, começo e perco-me... acabo por desistir. Bloqueio.

Nada, que umas boas noites de sono não restabeleçam, não sei é quando o poderei fazer, portanto não reparem se não responder.
Vou tentar apenas fazer a manutenção dos meus cantinhos.

Obrigado pela preocupação,

Bjinho

 
Às 24/8/05 10:12 , Blogger S disse...

Pois, férias de apenas quatro dias... dá nisso.
Aperta com o chefe, isola-te no fim-de-semana que quase está a chegar, dorme e descansa.
Eu sei, quem tem filhos não costuma ter coragem de fazer isso, porque o fim-de-semana é quando temos mais tempo para estar com eles, mas... Se não descansares vais ficar com cada vez menos tempo e paciência.
Força, vai em frente rumo à caminha assim que puderes!
Beijinho grande,
S

 
Às 24/8/05 13:54 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Sofes...

Mas era se eu tivesse fins de semana.
As folgas são rotativas, Só tenho um fim de semana de dois em dois meses.

Estou mesmo a precisar de ir para o meu retiro espiritual, levar uma manta, uma travesseira e adormecer com o ruído da água a saltar as pedras... até parece que vou para o dique do castor. :-)

Bjinho

 
Às 24/8/05 18:32 , Blogger S disse...

Hummmmm,
Faz uma reserva nesse lugar maravilhoso para mim também!

 
Às 25/8/05 01:00 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Não precisa de reserva...

É chegar e ocupar o espaço.

Agora de verão, é mais complicado, já mais pessoas o descobriram e está sempre cheio de gente.

Temos de chegar cedo para reservar o nosso espaço.

Se tiveres tempo vê as imagens que postei à dias em:

http://bufagato.blogs.sapo.pt/

Ao lado, a cerca de 600 m existe uma aldeia de turismo rural (denominada Agra) com café; supermercado e lógicamente habitações rurais para alugar.

 
Às 25/8/05 09:30 , Blogger um estranho disse...

Eu nem devia responder-te isto.
Às vezes, só dizes disparates (refiro-me ao teu post sobre a admiração que te deixei).

Mas eu gosto de ti assim.

Descobri o significado do Bufagato !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Beijinho e não postes coisas dessas que não são verdades e tu sabes.

 
Às 25/8/05 12:50 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Apenas não me acho digno de admiração de ninguém.
Depois também são fases, de vez em quando sinto-me o ser mais minúsculo do planeta, parece que tudo me corre mal. De qualquer maneira, o meu obrigado pela tua sinceridade.

Se descobriste o significado, revela a tua descoberta e coloca nos coments, mais abaixo, tou curioso...

bjinhos

 
Às 25/8/05 17:33 , Blogger um estranho disse...

é a sirene que toca a meio da noite
............................................................................................................................ ?

 
Às 26/8/05 19:50 , Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

alex...

Frio... Brrrr que frio...hehehehehe

Tenta outra vez, essa anda muito longe, mas obrigado por expressares a tua ideia.

bjo

 
Às 26/8/05 22:58 , Blogger um estranho disse...

Ó :-(

 

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial